A Culpa é das Estrelas (2014)

capa

É compreensível a reação exacerbada de choros descontrolados nos cinemas de todo o mundo nas exibições de A Culpa é das Estrelas. Afinal, o filme trata de dois temas que tocam de maneira particular uma boa parte das pessoas: a finitude da adolescência em seu aspecto mais absoluto e o encontro do amor verdadeiro e incondicional. Que estes dois elementos venham eventualmente a tornar-se incompatíveis é o que incomoda e – em última instância – que atrai tanto interesse para a trama.

Continuar lendo “A Culpa é das Estrelas (2014)”

Locke (2013)

locke

Que Tom Hardy é um grande ator todos sabem. Aqui, neste Locke, do diretor Steven Knight, ele literalmente carrega o filme nas costas, já que é o único em cena durante os seus mais de 80 minutos de duração. Ao contrário de seus similares – como o excelente Enterrado Vivo – a premissa de Locke não é baseada em um suspense ou na marcação de um prazo fatídico. O que temos aqui é um drama em certo ponto até simples, e é isso que justamente transforma Locke em uma experiência tão interessante. Continuar lendo “Locke (2013)”

Deus não Está Morto (2014)

deus-nao-esta-morto-filme

Distribuído simultaneamente no cinema, nos pacotes de TV por assinatura e no Netflix, Deus não Está Morto, do diretor Harold Cronk, não esconde, em momento nenhum, que é um instrumento de propaganda cristã, produzido de forma a fortalecer a crença e a fé dos espectadores na existência de Deus. Até aí, nenhum problema, já que o filme destina-se a um público específico e voltado a este gênero. O problema é a forma absolutamente desonesta e amadora com que o tema é tratado, tornando o filme ofensivo e ao mesmo tempo constrangedor até para o mais crente dos espectadores.

Continuar lendo “Deus não Está Morto (2014)”

Very Good Girls (2013)

Poster-art-for-Very-Good-Girls_event_main

Podia até ser uma comédia romântica, mas Very Good Girls leva a sério sua proposta de mostrar o cotidiano de duas garotas de Nova Iorque que fazem um pacto de perder a sua virgindade antes de irem para a faculdade. A premissa em si até renderia um retrato sensível sobre a juventude e seus anseios mais íntimos, mas o roteiro da diretora Naomi Foner (mãe dos irmãos Gylenhaal e vencedora do Oscar por O Peso de um Passado) é incapaz de desenvolver seus personagens e os dramas decorrentes com o mínimo de aprofundamento, deixando no ar a sensação de que estamos vendo apenas uma rascunho de uma obra inacabada.

Continuar lendo “Very Good Girls (2013)”

Guardiões da Galáxia (2014)

Guardioes-da-Galaxia-poster-16mai2014-01

Você já viu esse filme antes. Não há nada de original em Guardiões da Galáxia, e isso de maneira alguma representa um ponto negativo para o filme dirigido por James Gunn. Baseado num quadrinho alternativo da Marvel, dos tempos psicodélicos de Jim Starlin e companhia, Guardiões da Galáxia é uma amálgama de elementos já vistos e revistos em inúmeras produções. As referências mais óbvias são calcadas em Star Wars e Indiana Jones, mas o clima de matiné lembra muito as produções B deste mesmo período, como Mercenários das Galáxias e afins. Continuar lendo “Guardiões da Galáxia (2014)”

Série | The Killing – 4ª Temporada

S4TK-cartaz

O retorno de The Killing para sua series finale não poderia ter sido melhor. Ressuscitada pelo Netflix, a série protagonizada por Mireille Einos e Joel Kinnaman encontrou na estrutura compacta e integral do canal a oportunidade para ser concluídda com uma trama mais concisa – são apenas seis episódios – e focada. Continuar lendo “Série | The Killing – 4ª Temporada”