Bedevilled / Kim Bok-nam salinsageonui jeonmal (2010)

Talvez nenhuma cinematografia trabalhe de forma tão contundente os temas da indiferença, da culpa e da vingança quanto a sul-coreana. É um cinema que parece nos dizer: não há como se esconder dos fantasmas do passado. Uma hora ou outra eles acabam sempre nos alcançando. Assim foi em Oldboy. Assim é em Bedevilled.

Continuar lendo “Bedevilled / Kim Bok-nam salinsageonui jeonmal (2010)”