Ted 2 (2015)

O ursinho de pelúcia mais desbocado, maconheiro, politicamente incorreto e amigo para todas as horas está de volta. Mas antes de começarmos a falar sobre o filme, vale um esclarecimento: se você gostou do primeiro Ted, grandes são as chances de você gostar bastante deste aqui. Agora, se você não conseguiu encarar o humor bem peculiar de Seth MacFarlane da primeira vez, as suas chances de achar esta nova empreitada meramente interessante são praticamente zero.
Continuar lendo “Ted 2 (2015)”

Expresso do Amanhã (2013)

Os mais atentos perceberão em Expresso do Amanhã uma série de semelhanças com o recente Elysium e a série Jogos Vorazes, principalmente no que se refere ao apartheid social retratado nestas obras. Produzido por Chan-wook Park (o outro coreano doido por trás de Oldboy e Segredos de Sangue) e dirigido por Joon-ho Bong (o coreano doido por trás de O Hospedeiro, Mother e Memórias de um Assassino), Expresso do Amanhã é uma curiosa, bizarra e bem-sucedida ficção-científica, uma mistura de blockbuster americano com filme de arte – por mais distantes e heterogêneos estes estilos possam parecer. Continuar lendo “Expresso do Amanhã (2013)”

Corrente do Mal (2015)

Do festival de referências que se tornou o cinema de terror americano, Corrente do Mal não foge à regra. Muito ao contrário. Em seus elementos visuais, narrativos e temáticos é possível encontrar ecos de O Chamado, Halloween, A Hora do Pesadelo, Deixa Ela Entrar – isso sem contar a sua deliciosa trilha sonora oitentista, que emula os melhores momentos do próprio John Carpenter, além dos trabalhos de Giorgio Moroder e Brad Fiedel.
Continuar lendo “Corrente do Mal (2015)”

Frequencies (2014)

Isaac Newton é apaixonado por Marie Curie. Infelizmente, Zak e Marie não podem passar mais de um minuto próximos um do outro, já que operam em frequências distintas, e extrapolar este tempo pode acarretar em consequências devastadoras. Marie opera em uma frequência altíssima, o que lhe garante uma harmonia completa com a natureza, além de sorte, inteligência e uma incapacidade de esboçar qualquer tipo de sentimento – um robô, como ela mesmo se chama. Continuar lendo “Frequencies (2014)”

Missão: Impossível – Nação Secreta (2015)

Ethan Hunt está de volta. Em sua quinta aventura no cinema em quase 20 anos, o segundo agente secreto mais conhecido do cinema chega com uma aventura de tirar o fôlego da plateia. De novo. Nação Secreta, escrito e dirigido por Christopher McQuarrie – roteirista de Os Suspeitos, aquele do Keyser Soze – não apenas é um grande filme de ação, mas se estabelece desde já como um dos grandes filmes de ação da história do cinema. E se considerarmos que neste ano tivemos o já clássico Mad Max – Estrada da Fúria detonando tudo pela frente, isto se torna ainda mais admirável. Continuar lendo “Missão: Impossível – Nação Secreta (2015)”

A Escolha Perfeita 2 (2015)

Ainda que não tenha uma trama tão equilibrada, este A Escolha Perfeita 2 é tão divertido quanto o original de 2012. Desta vez, após mais uma apresentação desastrosa, o grupo de coral à capela Barden Bellas é proibido de participar de quaquer campeonato regional, direcionando então seus esforços para o mundial que acontecerá em Copenhagen. Juntas, precisarão encontrar sua voz interior e ir além dos contratempos que insistem em aparecer em seu caminho. Ou seja, a mesma história do primeiro filme.
Continuar lendo “A Escolha Perfeita 2 (2015)”

Quarteto Fantástico (2015)

O novo filme do Quarteto Fantástico é uma aventura que funciona de forma eficiente até exatamente 55 minutos de projeção, quando, então, a mão do estúdio entra com força na obra e transforma a última meia hora em um emaranhado de segmentos desconexos, apressados e rasteiros, esfacelando qualquer possibilidade de redenção. Não é o desastre que os mensageiros do Apocalipse trombeteiam, mas sim um produto obviamente mutilado incapaz de elevar-se acima do medíocre.
Continuar lendo “Quarteto Fantástico (2015)”